terça-feira, 16 de março de 2010

Todo mundo desembarcando da candidatura Serra

imagem do sempre excelente quantotempodura.wordpress.com

Aécio pula fora de uma grande roubada

Serra: o grande estrategista


Um comentário:

andre disse...

DATAFOLHA REVELA: ULTIMA PESQUISA MOSTRA DILMA COM 3 VEZES MAIS ELEITORES QUE SERRA!!!!!

A última pesquisa realizada pelo Datafolha nos dias 25 e 26/03/2010 mostra Dilma Rousseff tem 32%, José Serra 22%, Ciro e Marina com 3% cada, para os "votos válidos" (descontando os indecisos). Resposta à primeira pergunta do questionário sobre a intenção de voto (e a resposta MAIS importante), se trata da Resposta Espontânea, onde as pessoas citam sem ler um cartão apresentado pelo entrevistador em quem o eleitor pretende votar.

Ao somar as pessoas que declaram votar:
Dilma Roussef: 32%
No candidato do PT: 3%
No candidato do Lula: 8%
No próprio presidente Lula: 22%
---------------------------------------------------
Total (Dilma+Lula+PT) 65%

Ao verem esses dados o desespero tomou conta do ninho Demo-Tucano, após reunião da cúpula paulista de PSDB-DEMOS, importante dirigente da campanha de Serra revelou a conversa mantida à sete chaves: Desânimo geral pelos dados da pesquisa que mostra um cenário extremamente pessimista para José Serra, mais uma decepção política, como em 2002, 2006 (traído dentro de seu próprio território). Acusações de omissão de José Serra, que “dormiu” demais (lembrando que Serra não acorda cedo, só por volta da hora do almoço) assumir a candidatura e ataques pessoais contra Aécio Neves evidenciaram o racha eterno dentro do PSDB e do DEM(Ex-PFL), partidos que assumem não saber fazer oposição, como dito por lideranças políticas e a . O racha é histórico, basta lembrar que FHC puxou o tapete de Serra em 2006, dando preferência ao "carismático" Geraldo e agora ignoraram totalmente Alkmin ao mesmo tempo que trataram de Aécio como carta-fora-do-baralho, sem falar em outras forças dos partidos pelo país, todos com projetos pessoais muito bem definidos e independentes das SIGLAS. Serra queria desistir, mas a própria demora não permite mais fugir da disputa, apesar da derrota iminente. É um beco sem saída! Triste fim de uma carreira política marcada pelo personalismo e que ao final será vítima de sua maior defesa ideológica: o individualismo.