sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Lula é premiado na Índia por ações envolvendo o desenvolvimento do Brasil e a paz

Indira Gandhi foi a primeira mulher a ocupar o cargo de chefe do governo indiano

Brasília - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi escolhido nesta sexta-feira (19) para receber o Prêmio Indira Gandhi para a Paz, o Desarmamento e o Desenvolvimento para 2010, concedido pelo governo da Índia. Lula foi escolhido por um júri internacional presidido pelo primeiro-ministro indiano, Manmohan Singh. As informações foram confirmadas pela Presidência da República e também estão no site oficial do governo indiano.

A decisão foi anunciada em um comunicado oficial. No documento, Lula é elogiado pela “excepcional” contribuição aos programas que se destinam a acabar com a fome e promover o desenvolvimento do Brasil. Lula foi informado sobre a escolha por meio da Embaixada da Índia no Brasil, segundo a assessoria da Presidência.

Reportagem completa: RedeBrasilAtual

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Apóie o Ato de hoje contra o racismo em SP

Via Blog da Cidadania

Movimento São Paulo para todos

Na noite de 31 de outubro de 2010, após a confirmação da vitória da presidente eleita do Brasil, Dilma Rousseff, redes sociais na internet foram tomadas por mensagens racistas que imputavam tal vitória ao povo nordestino. Nessas mensagens, pregaram até o assassinato de nordestinos por paulistas.

Como se não bastasse a exorbitância, corre, também na internet, um manifesto pregando segregação – e até expulsão – de migrantes – sobretudo nordestinos – em São Paulo. Tal manifesto cresce paulatinamente. Em uma semana, ganhou quase 100 adeptos. Já soma quase 1600 “assinaturas” virtuais.

O racismo resiste em São Paulo talvez como em nenhuma outra parte do Brasil. Ainda que seja um movimento minoritário, estatisticamente irrelevante, tem potencial para crescer. Diante disso, sob iniciativa da sociedade civil e do poder público, que tentam erradicar a praga racista, foi elaborado um ato de desagravo aos nordestinos a realizar-se hoje na capital paulista.

O Ato de desagravo ao povo nordestino terá lugar nesta quinta-feira, 11 de novembro de 2010, a partir das 17 horas, na Câmara Municipal de São Paulo, no Plenário da Casa Legislativa Municipal.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Nova estratégia de Serra: Falar Mal do Brasil no Exterior e Tentar Botar na Conta de Lula a Política dos FHC-BOYS


Nova estratégia de Serra é falar mal do Brasil no exterior e tentar botar na conta de Lula justamente o que o FHC e a gangue dos FHC-Boys, com ele na liderança, fizeram ao país: desindustrialização e populismo cambial.

Mas no exterior o público não é tão otário quanto nas entrevistas do PIG e logo mandaram um recado para Serra: #Porquenaotecallas ?

Reportagem da ditabranda:

O candidato derrotado à Presidência, José Serra (PSDB), acusou o presidente Lula de desindustrializar o país e adotar um "populismo" de direita em matéria econômica.

O comentário do tucano foi feito ontem durante um seminário em Biarritz, sul da França, sobre as relações entre a América Latina e União Europeia.

O ex-governador de São Paulo afirmou que o país está "fechado para o exterior" porque passa por um "processo claro de desindustrialização". Ele criticou os investimentos do governo federal e a alta carga tributária do país.

"É um governo populista de direita na área econômica", atacou Serra. Para o tucano, o presidente Lula exerce um "populismo cambial" e não tem um modelo econômico definido.

Segundo Serra, ele não pôde expor essas ideias do jeito que gostaria durante a campanha eleitoral, na qual foi derrotado pela candidata governista, Dilma Rousseff (PT).

"A democracia não é apenas ganhar as eleições, é governar democraticamente", disse.

O sistema de orçamento participativo, uma das marcas das administrações municipais do PT, na qual o contribuinte decide sobre a destinação de parte dos impostos, também foi criticado pelo candidato derrotado.

Serra também comentou as ações brasileiras na política externa. Ele acusou o país de se "unir a ditaduras como o Irã". Nesse momento, o tucano foi interrompido por um membro da Fundação Zapata, do México, que gritou "por que não te calas?", provocando um alvoroço na sala.

A frase se tornou conhecida depois de o rei Juan Carlos, da Espanha, dirigi-la ao presidente da Venezuela, Hugo Chávez, durante a Cúpula do Chile, em 2008.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

O PIG e o peso do Nordeste

post enviado pelo leitor:


O PIG vem insistindo que Dilma só teria vencido as eleições por conta do Nordeste, impulsionado pelo bolsa-família.


Vamos aos fatos: sem o Nordeste, Dilma ganharia a eleição da mesma forma. Considerando apenas estes seis estados; RS, SC, PR, SP, MG e RJ,

Dilma venceria as eleições com uma diferença de 435.000 votos.

Estado

Dilma

Serra

% Dilma

RS

3.117.761

3.237.207

5,4

SC

1.556.226

2.030.135

2,7

PR

2.593.086

3.226.216

4,5

SP

10.462.447

12.308.483

18,2

RJ

4.934.077

3.223.891

8,6

MG

6.220.125

4.422.294

10,8

Total

28.883.722

28.448.226

50,4

Diferença

435.496

Fonte: http://eleicoes.folha.uol.com.br/2010/2turno/apuracao-presidente.shtml

Em quantidade de votos


Outro argumento recentemente incorporado pelo PIG diz que PSDB e oposição 'controlam' 52% dos eleitores a nível estadual. Ora, esse dado tem a mesma relevância que dizer que Dilma controla 100% do eleitorado a nível federal.


sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Genial: Manifesto dos Sambistas Pró Dilma + Deixa de Ser Enganador #SerraRojas versão ampliada em estúdio!

É a Vez da Mulher !!!

Pais e Professores da EMEF Amorim Lima declaram apoio à Dilma.

Festivais realizados esse ano na EMEF Amorim Lima.

Pais e professores da escola têm panfletado no bairro após as aulas, lutando para que a melhora da educação e a redução da desigualdade social continuem a progredir no Brasil. Segue abaixo a carta que eles redigiram.

Carta à Comunidade do Butantã

Nós um grupo de pais mães e educadores, nos dirigimos à comunidade do Butantã para esclarecer alguns dos motivos que nos levaram a assumir abertamente nosso apoio à candidatura de Dilma Roussef à presidência da República.

Nós que fazemos parte de uma escola, cujas paredes das salas de aula foram quebradas, sonhamos mais: sonhamos ver quebradas muitas outras; como as paredes do preconceito e da intolerância que separam homens e mulheres; as paredes da miséria, da desigualdade e da exploração do ser humano pelo ser humano. Acreditamos que é através da formação das nossas crianças e jovens que essas e outras tantas paredes podem ser derrubadas.

Hoje muitas crianças chegam a escola com uma opinião e pouca reflexão sobre as informações veiculadas pelo vale tudo das campanhas eleitorais. É no mínimo escandaloso ouvir uma criança dizer que a candidata Dilma é “a favor da morte de criancinhas”. Sob uma máscara da imparcialidade, os grandes veiculadores de informação querem nos enfiar goela abaixo o seu apoio ao candidato Serra.

Muitos eleitores estão cansados e até desencantados com a política brasileira, mas é preciso não esquecer que a corrupção é nossa inimiga antiga e faz parte da formação da nossa sociedade. As mudanças não acontecem como um passe de mágica. É preciso que não esqueçamos também que nossa jovem democracia nos possibilitou elegermos um operário como presidente. Agora precisamos quebrar as paredes do preconceito e eleger uma mulher para presidir o país.

Temos a convicção de que o governo atual está comprometido com a educação e em diminuir a pobreza no Brasil, por isso queremos a continuidade e a melhoria das políticas públicas que ampliaram o acesso às Universidades e reduziram a faixa da população em extrema pobreza, garantindo alguns direitos mínimos ao cidadão. É preciso que fique claro, neste momento, que existem dois caminhos muito diferentes para o Brasil no que se refere à economia e ao exercício do poder e optar simplesmente por anular ou votar em branco significa não se responsabilizar e deixar que alguém escolha por você.

Por tudo isso, reafirmamos nosso apoio à Dilma.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Lula: Reafirme que Serra é Rojas! #FalaLula #SerraRojas



A bolinha de papel ou o rolinho de Durex mal tiraram o lustre do óleo de peroba que o candidato #SerraRojas passa em sua careca de pau. #SerraRojas anda dizendo diariamente na TV e no rádio que foi agredido e que pior do que a agressão física foi a agressão das palavras do presidente Lula.

Serra está desesperado e quer transformar a mentira na verdade pela repetição. Lula deveria reafirmar que Serra é Rojas, ou seja, que é uma fraude ambulante. Seja bolinha de papel ou rolinho de Durex, o fato é nem uma coisa nem outra, embora em si mesmas condenáveis, negam a encenação que esse sujeito cometeu, tentando aproveitar-se a boa fé do povo brasileiro.

Serra faz a campanha mais suja da história recente desse país. É um atraso ambulante.

domingo, 24 de outubro de 2010

A Fábrica de Dossiês de Serra e do PSDB.



Fábrica de espionagens de Serra e do PSDB já é antiga. Em 2002, Serra colocou a Abin, a PF e uma empresa de espionagem a serviço de sua candidatura, para derrubar a então candidata do PFL Roseana Sarney, que em alta nas pesquisas ameaçava implodir a parceria demo-tucana, conforme noticiou a Veja: http://veja.abril.com.br/200302/p_038.html

De Agressão Serra Entende.




SERRA É DO DEM...



DO DEMÔNIO!

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

#SerraCaluniador , #SerraRojas , #SerraMilCaras , Mentiroso sem escrúpulos, passa por cima da mãe com um trator. Campanha com Serra = Baixaria Certa!



Após ser atingido por uma bolinha de papel na careca, Serra sentiu "tonteiras" e nauseas, foi hospitalizado e terá que ficar um dia de repouso. O engraçado é que ele só sentiu tudo isso após receber uma ligação de seu marketeiro, cerca de 20 minutos depois. Logo após a ligação ele levou a mão à cabeça, para ter certeza que não vazava óleo de peroba.

Conversei com um médico amigo meu e ele tem o diagnóstico preciso sobre a saúde de Serra. Ele sofre de pseudolália crônica, em estágio irreversível e progressivo.

Nassif Desmente a Capa da Folha, Afirma que a Quebra do Sigilo foi Obra do Aécio e que a Folha fez sua capa de hoje com base em informações de tucanos


O caso do dossiê Amaury

Do blog do Luís Nassif, qua, 20/10/2010 – 10:55

Para entender melhor o inquérito da Polícia Federal sobre a quebra do sigilo fiscal dos tucanos.

As investigações foram encerradas na semana passada, inclusive com a tomada de depoimento do repórter Amaury Jr por mais de dez horas.

A conclusão final do inquérito foi a de que Amaury trabalhou o dossiê a serviço do Estado de Minas e do governador Aécio Neves – como uma forma de se defender de esperados ataques de José Serra.

Em negociação com o Palácio, a cúpula da Polífica Federal decidiu segurar as conclusões para após as eleições, para não dar margem a nenhuma interpretação de que o inquérito pudesse ter influência política.

No entanto, a advogada de Eduardo Jorge – que tem acesso às peças do inquérito por conta de uma liminar na Justiça – conseguiu as informações. Conferindo seu conteúdo explosivo, aparentemente pretendeu montar um antídoto. Vazou as informações para a Folha, dando ênfase ao acessório – a aproximação posterior de Amaury com a pré-campanha de Dilma – para diluir o essencial – o fato de que o dossiê foi fogo amigo no PSDB.

Neste momento - segundo informações de repórteres de Brasília com acesso a investigadores - discute-se na PF a oportunidade ou não de uma coletiva para colocar as peças no devido lugar.

Aparentemente, a operação de Eduardo Jorge acabou sendo um tiro no pé. A partir de agora, não haverá como a velha mídia ignorar o inquérito e suas conclusões

Serra e a Liberdade de Imprensa.




Desta vez, comando de campanha do candidato tucano pede ao Ministério Público Eleitoral que a Record seja multada por conta de reportagem
Fonte: IstoÉ

Mais uma vez o presidenciável do PSDB, José Serra, mostrou que trata princípios de democracia e de liberdade de imprensa de forma relativa. Quando colocado diante de fatos que possam não lhe ser favoráveis, o tucano reage de maneira autoritária e busca os mesmos mecanismos de censura adotados durante a ditadura para tentar intimidar e proibir a veiculação de notícias.

Na terça-feira 5, depois de conhecido o resultado do primeiro turno da sucessão presidencial, a TV Record exibiu reportagem mostrando que Serra fora mais votado nos bairros nobres de São Paulo e que a candidata do PT, Dilma Rousseff, obtivera melhor votação nas regiões mais periféricas da capital. Não se tratou de nenhuma especulação ou pesquisa, mas do resultado concreto do que manifestara o eleitor. Serra e o comando de sua campanha, no entanto, entenderam que a reportagem seria favorável a Dilma, uma vez que ela foi preferida nas regiões onde se concentra maior número de eleitores.

O comando da campanha de Serra procura agora intimidar a emissora. Pediu ao Ministério Público Eleitoral que a Record seja multada por causa da reportagem. O caso será julgado pelo Tribunal Superior Eleitoral. O Supremo Tribunal Federal, no entanto, já se manifestou em casos semelhantes e a jurisprudência define tais tentativas como cerceamento da liberdade de imprensa. A direção da TV Record avalia o pedido dos tucanos como uma “tentativa de censura”.

Leia outras manifestações de Serra contra fatos que não lhe são favoráveis clicando aqui

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Fortes Indícios do Dedo Sujo de Serra nos Panfletos Difamatórios contra Dilma.

Serra e seu dedo sujo.

A Pequena Gráfica que imprimia os panfletos é da irmã do braço direito do Serra. Se fosse da Dilma, saia na capa da Folha por uma semana seguida. O panfleto transmite uma mensagem difamatória contra Dilma que diz ser emitida pela CNBB. A CNBB nega. O Demo-Tucano precisa se explicar por mais essa imundice que traz suas digitais. Isso dá cadeia.

Do R7

A Polícia Federal apreendeu neste domingo (17) milhões de panfletos encontrados em uma gráfica de São Paulo com uma mensagem contrária ao PT e à candidata do partido à Presidência da República, Dilma Rousseff. Segundo informações do jornal Folha de S.Paulo, a gráfica pertence à irmã do coordenador de infraestrutura da campanha de José Serra (PSDB), Sérgio Kobayashi.

A publicação afirma que Arlety Satiko Kobayashi é dona de 50% da Editora Gráfica Pana Ltda, localizada no Cambuci, na capital paulista. A empresária é filiada ao PSDB desde março de 1991, segundo registro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

A determinação para apreensão dos panfletos partiu do TSE, que determinou que o material ficará retido até que haja uma nova orientação judicial. Os panfletos foram encontrados no sábado (16) por militantes do PT na gráfica. Havia no local um milhão de exemplares do material, que leva as assinaturas de três bispos de um braço da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil).

De acordo com o jornal, Sérgio Kobayashi afirmou ontem que é uma coincidência a gráfica Pana ter sua irmã como sócia. A assessoria da campanha de Serra negou relação entre o candidato e a produção dos panfletos, nem por meio de encomenda, financiamento ou indicação de gráfica.

O responsável pelo contato com a gráfica, Kelmon Luís de Souza, afirmou à Folha de S.Paulo que encomendou 20 milhões de panfletos em nome da diocese de Guarulhos (SP) e que o dinheiro para a impressão veio de doações de fiéis.

Conteúdo

O texto dos panfletos, intitulado “apelo a todos os brasileiros e brasileiras”, pede aos católicos que deem seus votos somente a candidatos ou candidatas e partidos que sejam contrários à descriminalização do aborto.

Os bispos que o assinam são d. Nelson Westrupp, d. Benedito Beni dos Santos e d. Airton José dos Santos. Os três pertencem à Regional Sul 1 da CNBB, que reúne as dioceses do Estado de São Paulo.

Em nota, a Regional Sul 1 da CNBB, que promovia um encontro no interior de São Paulo, garantiu que não indica nem veta candidatos ou partidos e respeita a decisão livre e autônoma de cada eleitor. Além disso, afirmou que “não patrocina a impressão e a difusão de folhetos a favor ou contra candidatos”.

FHC negocia em nome de Serra a venda do Brasil

via ¹³ O ESQUERDOPATA ¹³
Hotel confirma reunião de FHC com investidores
Brizola Neto


Um portal de Foz do Iguaçu, o Clickfoz, confirmou junto ao Hotel das Cataratas que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso esteve presente em um evento fechado ontem à noite no hotel com a presença de vários estrangeiros.


Segundo o jornalista mineiro Laerte Braga, em seu blog, Brasil Mobilizado, o propósito do encontro seria apresentar a investidores estrangeiros oportunidades de negócios no Brasil, com a privatização de estatais brasileiras no caso de vitória de José Serra.

Ainda segundo Braga, FHC estaria assumindo com os empresários o compromisso de venda de empresas como a Petrobras, Banco do Brasil e Itaipu, em nome de José Serra.

“Cada um dos investidores recebeu uma pasta com dados sobre o Brasil, artigos de jornais nacionais e internacionais e descrição detalhada do que José FHC Serra vai vender se for eleito”, escreveu Laerte Braga. “E além disso os investidores estão sendo concitados a contribuir para a campanha de José FHC Serra, além de instados a pressionar seus parceiros brasileiros e a mídia privada a aumentar o tom da campanha contra Dilma Roussef.”

Ainda segundo o blog, FHC teria dito, logo após ser apresentado pelo organizador do evento Raphael Ekmann, que “se deixarmos passar a oportunidade agora jamais conseguiremos vender essas empresas.”

Raphael Ekmann, ex-gerente comercial da Globosat, é responsável por relações com investidores do Grupo de Investimentos Tarpon. Em 2006, este grupo fez uma oferta hostil para tentar comprar a Acesita, e em 2009, vendeu sua participação na siderúrgica para a Arcelor Mittal.

Braga cita a presença de outras pessoas, como Alice Handy, que vem a ser fundadora e presidente de um grupo privado de investimentos em Charlottesville, nos Estados Unidos, e de Anjum Hussain, diretor de gerenciamento de risco de outro fundo de investimentos que administra US$ 1,6 bilhão.

A jornalista Hildegard Angel afirmou em seu blog no R7, que “o fato é realmente grave e pode ser visto como um ato contra a soberania brasileira e seria importante tanto o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso como o candidato José Serra virem a público esclarecer essa denúncia.”

Marina Silva destaca que PT incorporou mais propostas do PV - OndaVermelha - #dilmanarede



A senadora Marina Silva afirmou nesta segunda-feira (18), que o Partido dos Trabalhadores incorporou mais propostas da plataforma de governo apresentada pelo Partido Verde aos candidatos do segundo turno. A declaração foi feita em entrevista à Rádio Eldorado.

Marina lembrou também que no debate da noite deste domingo (18) na Rede TV, apenas #Dilma13 conseguiu abordar o tema sustentabilidade. “Somente a ministra Dilma no final da sua fala é que fez uma menção a Copenhague e a questão da biodiversidade. O governador Serra não mencionou em nenhum momento as questões referentes ao sócioambientalismo uma questão tão relevante para o planeta e para o Brasil”concluiu a senadora.

http://dilmanarede.com.br/ondavermelha/noticias/marina-silva-destaca-que-pt-incorporou-mais-propostas-do-pv

A Ficha do Serra. #Serramilcaras




O passado que Serra e o PIG querem esconder. Na Constituinte de 1988, Serra votou contra os trabalhadores e levou pau do DIAP (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar).

‎1) votou contra o monopólio nacional da distribuição do petróleo.

‎2) votou contra garantias ao trabalhador de estabilidade no emprego.

3) votou contra a redução da jornada de trabalho para 40 horas.

‎4) votou contra a implantação de Comissão de Fábrica nas indústrias.

‎5) absteve-se de votar pelo direito de greve para os funcionários públicos.

‎6) absteve-se de votar pelo abono de férias de 1/3 do salário.

7) absteve-se de votar para garantir 30 dias de aviso prévio.

8) absteve-se de votar pelo aviso prévio proporcional.

9) absteve-se de votar pela garantia do salário mínimo real.

10) absteve-se de votar pela estabilidade do dirigente sindical.

O DIAP atribuiu ao tucano a nota 3,75, em uma escala de zero a 10. Tomou bomba!

Chama também atenção, a manifestação antiga de um comportamento recorrente do candidato: ser fujão. Fugiu de mais de 1/3 das votações sobre temas relevantes para os trabalhadores.

Serra = Traidor dos Trabalhadores.

domingo, 17 de outubro de 2010

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Santinho de Serra é na Verdade Demoniozinho.

Serra lança um panfletinho falando em nome de Jesus. Ele quer ser presidente para terceriazar a justiça e a verdade para Jesus. Como sempre, terceirizar e não fazer nada.



Mas olhemos mais de perto o panfleto, e não nos esqueçamos que de que Deus avisou que o Diabo viria falar em seu nome para tentar enganar as pessoas.



"Novamente o Diabo levou Jesus a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles; e disse-lhe: Tudo isto te darei, se, prostrado, me adorares. Então ordenou-lhe Jesus: Vai-te, Satanás; porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás. Então o Diabo o deixou; e eis que vieram os anjos e o serviram".
Matheus, (Capítulo 4:1-11)

Ferra, ops, Serra, Deseja um Feliz Dia dos Professores.



Clique aqui e veja a ótima política salarial de Jose Ferra: http://www.sofressor.com.br/tabela.html
O Sofressor é um site que os professores de SP fizeram em homenagem a esse grandissíssimo amante da educação.



quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Desembargador de SP afirma que métodos de Serra são piores do que os da Máfia Italiana.



Tudo começou com uma acusação contra Serra feita pelo ex-deputado e ministro do Superior Tribunal Militar Flavio Bierrenbach. Bierrenbach chamou Serra de ladrão. Serra tentou processá-lo, mas impediu a investigação de continuar. Veja postagem no site do PHA:

Dilma, você já ouviu falar no Flavio Bierrembach ?

O Flavio é um homem honrado.

Ele era candidato a deputado com o Serra e acusou o Serra de ladrão.

O Serra foi para cima dele.

Por azar, a ação caiu na mão do Juiz Walter Maierovitch.

Maierovitch chamou o Bierrembach às falas: que historia é essa de chamar alguém de ladrão, sem provas ?

O Bierrembach pediu “exceção da verdade” – ou seja, quero provar o que digo.
Maierovitch imediatamente deu ao Bierrembach o direito de provar o que dizia.

Dilma, sabe o que o Serra fez ?

Engavetou a ação.

Chama o Bierrembach para contar essa história.

Chama o Maierovitch – e só ligar para a Mara, secretária do Mino, na Carta Capital, que a Mara acha o Maierovitch rapidinho.

A propósito, o Conversa Afiada recebeu o seguinte e-mail do Maierovitch:

Caro Paulo Henrique.

–1. Seguem os meus telefones, sem precisar procurar a Mara, mencionada no seu texto.

–2. Antes de mais nada. Não tenho filiação política partidária e nem religião. Não busco cargos e não tenho vocação para me tornar parlamentar.

Sou independente e não faço média. Para deixar claro: votei para o Galeno Amorim (PT), Luiza Erundina (PSB), Aloísio Nunes Ferreira (PSDB), Marta (PT), Fábio Feldman(PV) e Dilma (PT).

Como dediquei a minha vida ao estudo da criminalidade organizada transnacional, com especial atenção ao comportamento dos seus membros e como se movem quando apanhados pela Justiça, o Serra nunca perdi de vista. Isto pelo comportamento em face do processo criminal em que tudo fez para não ser apurada a exceção da verdade proposta pelo Flávio Bierrembach: até o advogado Marcio T.Bastos foi contratado para substituir o filho do Covas (advogado do Serra).

Mais ainda, à época dois plantonistas desigados pelo Serra revezavam-se no Cartório Eleitoral. Cumpriam a tarefa de evitar a saída, por erro cartorial, de ofícios que indagavam das movimentações financeiras de Serra, estas necessárias para comprovar o arguído por Berrembach. Também para apurar, pois ventilado, eventual compra de uma mansão no aristocrático bairro da City Lapa, dada como domícilio e residência de Serra : os ofícios, em razão da liminar, tinham sido apensados ao autos processuais.

E Serra, recém eleito deputado federal, defendia, nos autos, a privacidade e não transparência. Em resumo, e daí os plantonistas,, não desejava que, com as expedições dos ofícios suspensos por liminar, viessem respostas. Destaco essa passagem por ter lido entrevista de Serra a sustentar “nunca ter sido envolvido em processos escandalosos referente a corrupção”.

A propósito, na Máfia, quer na siciliana, quer na Cosa Nostra sículo-norte-americana, esconder o patrimônio e se passar por “furbo” (espertalhão) é a regra adotada pelos capi dei capi (chefões). Só que tem um particular, de natureza ética, como ressaltado no episódio a envolver Bernardo Provenzano. O referido Provenzano, já chefe dos chefes da Máfia e foragido por mais de 40 anos sem deixar o comando da organização e tirar os pés da Sicilia, avisou o procurador nacional antimáfia, quando preso e posto à sua frente: – “Vamos deixar claro. O senhor faz o esbirro e eu o mafioso. Cada um na sua, sem disfarces”. Depois do aviso e contente por não esconder o que era, mergulhou no mais absoluto silêncio.

Em termos de transparência, prefiro Provenzano a Serra.

Atenciosamente.

Wálter Fanganiello Maierovitch

#Serramilcaras



Isso para não falar de suas mil caras na questão do aborto...

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Após ameaça de Paulo Preto, Serra muda de idéia e admite conhecê-lo.

Primeiro Serra disse que não conhecia. Paulo Preto ameaçou: "Serra me conhece bem. Tem que responder. Autorizava tudo o que eu fazia. Não se larga um líder (sic) ferido na estrada a troco de nada". No dia seguinte, após a ameaça, Serra saiu em sua defesa, dizendo que ele é inocente e que tudo se trata de trololó petista. Só um detalhe: quem acusou Paulo Preto de ter desviado R$ 4 milhões para o Caixa 2 Tucano não foi o PT, foi o vice-presidente do PSDB: Eduardo Jorge.

Serra mudou de idéia muito rápido após a ameaça de Paulo Preto. Primeiro mentiu ao dizer que não o conhecia. Depois o defendeu. A grande imprensa, é óbvio, não viu problema nenhum no fato do Serra mentir e se contradizer no dia seguinte. Mas o fato é que Serra ficou com medo de Paulo Preto abrir a boca. Nesse mato tem cachorro. Falta investigar.

Vejam abaixo o vídeo de Serra inaugurando mais uma obra inacabada ao lado de Paulo Preto:

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Fernando Henrique vota em branco ontem. Confira foto do flagrante




Olha só o FHC apertando a tela "branco". A foto foi feita ontem por Silvia Zamboni, da Folhapress, e publicada no Valor de hoje. A arte foi elaborada por Maria Dias. (Clique sobre a foto para ampliá-la)
Folheando o Valor Econômico de hoje, vi esta foto acima. FHC votou em branco, isso a foto não deixa dúvida. Só não se sabe para qual cargo ele branqueou. O que você acha? Foi branco pro Serra?

E vamos a Luta! - Agora é Dilma!

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

A Perseguição à Liberdade de Imprensa.



Além de não tolerar perguntas críticas e de agir de forma truculenta contra os jornalistas, José Serra manda jornalista da CNT apagar a fita e ela obedece. Mas ninguém da imprensa se revolta com isso.

Não estão aí incluídas as intervenções telefônicas do Serra: quando ele pede a cabeça de jornalista ao patrão.

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Vazaram as Capas da Folha e da Veja do dia 02/10!

Da sucursal de São Paulo


Graças à espionagem de blogs sujos do PT, as capas que Otavinho e os Civita prepararam para soltar na véspera de eleição vazaram. Mais uma vez serão duas brilhantes reporcagens investigativas que estabelecem precisas conexões causais entre fatos perfeitamente encadeáveis ao longo de um contínuo temporal.




terça-feira, 21 de setembro de 2010

Os Verdadeiros Mentirosos: Só Otário Acredita no PSDB.

Os candidatos do PSDB mentem sem escrúpulos algum. Veja nos vídeos abaixo o porque só otário ainda acredita no PSDB:



segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Dilma desmascara o Tablóide Mentiroso de Otavinho.



O Tablóide Sensacionalista e Mentiroso Folha de São Paulo vêm inventando factóides contra membros do governo e do PT há anos. Nessa reta final de eleição as mentiras são diárias e ocupam a manchete do folhetim que perdeu todo e qualquer escrúpulo por manter as aparências.

Esses cretinos estão determinados a alimentar o espírito golpista da elite paulista a qualquer custo. Eles querem a guerra civil no Brasil. Não possuem ética alguma. Querem construir uma imagem de que a imensa maioria do povo está apoiando maciçamente um bando de foras-da-lei para governar o país.

Infelizmente o governo Lula escolheu não comprar briga contra nenhum dos porcos do PIG. Realmente, comprar briga com todos de uma vez é difícil. Mas não se pode deixar as mentiras passarem batidas. Se não há punição por elas, o PIG vai continuar mentindo sempre.

Minha pergunta é: quando faremos uma mega-manifestação em frente a Folha? Precisa ser um ato bem organizado. Poderia-se fazer um concurso de canticos, de palavras de ordem pelo twitter. Seria preciso ter um carro de som. E de preferência com o apoio de sindicatos.

sábado, 18 de setembro de 2010

Eleitores do Amazonas, não se esqueçam: Arthur Virgílio prometeu dar surra em Lula.



Não se esqueçam: Arthur Virgílio foi contra todos os avanços do Brasil no Governo Lula. Não precisamos dele do Senado.

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Deu até no PIG: Serra usa a própria família para fazer baixaria.

A reportagem que reproduzimos abaixo saiu escondida na Folha, o braço de apoio de Serra.

O desespero de Serra nessa campanha tem revelado para todo o povo aquilo que as pessoas mais próximas a ele já sabiam e diziam. Ele é "uma alma atormentada", obsessiva, "sem-escrúpulos", "capaz de passar com um trator por cima da própria família para alcançar seus objetivos". Essas descrições foram dadas por FHC e Ciro Gomes, seus colegas no governo entre 1995-1998.

Primeiro, Serra utilizou-se da própria filha - nas palavras da conservadora Bloomberg - como um "colete salva-vidas para tentar evitar a avalanche de Dilma". Ninguém usou contra ele sua filha na campanha. O sigilo fiscal dela foi violado, mas ninguém utilizou isso na campanha. Quer dizer, ninguem exceto ele. Ele não fez outra coisa na última semana a não ser expor a própria filha o máximo possível para tentar se fazer de vítima.

Agora ele decidiu expor sua própria esposa e usá-la para atacar Dilma. Realmente, Serra não tem escrúpulos. Vejam abaixo reportagem da Folha. (http://www1.folha.uol.com.br/fsp/poder/po1009201016.htm)

Tucanos escalam mulher de Serra para atacar PT
Psicóloga critica Dilma em mensagem para site tucano

Monica Serra recebe treinamento para dar entrevistas e estreia conta no Twitter para comentar o escândalo

BERNARDO MELLO FRANCO
DE SÃO PAULO

A campanha de José Serra (PSDB) escalou a mulher do presidenciável, a psicóloga chilena Monica Allende Serra, para reforçar as críticas ao PT pela quebra do sigilo fiscal da filha Veronica.
O objetivo é martelar a mensagem de que a família do tucano teve a intimidade violada para beneficiar Dilma Rousseff (PT).
Ontem, a ex-primeira-dama paulista gravou um depoimento em tom emocional sobre o caso, a ser divulgado hoje no site tucano. Se a repercussão for positiva, o vídeo pode ser usado na propaganda de Serra na TV.
Na mensagem, Monica acusa a candidata adversária de omissão diante do escândalo. "É muito chocante perceber que, mesmo sendo mulher e mãe, ela silenciou, em vez de se solidarizar com minha família", disse à Folha.
A psicóloga se esforçou para traduzir o caso de forma didática, de olho no eleitorado que não declara Imposto de Renda: "É como se invadissem a casa da gente arrombando a fechadura, ou como se o gerente divulgasse sua senha no banco".

TREINAMENTO
Reservada por temperamento, Monica precisou ser treinada pela equipe de comunicação do marido para assumir o novo papel.
No início da semana, o PSDB deslocou uma assessora de imprensa de Brasília para acompanhá-la e marcar entrevistas em São Paulo.
Em outra frente de comunicação, os tucanos criaram uma conta para a psicóloga no Twitter, com o endereço @monicaserra45.
Ela estreou o microblog com exclamações sobre o escândalo. "Não podemos aceitar a quebra de sigilo fiscal sem reagir. É um ataque à democracia. Isso é inadmissível!", escreveu.
Em outra mensagem, convocou os visitantes a "reagir, ajudando a democracia e a candidatura de Serra". E emendou mais um protesto: "Acho o que está acontecendo um absurdo".
Aos internautas, a psicóloga, que se naturalizou brasileira em 1999, disse aderir à ferramenta após "aprender com @joseserra_ [perfil do candidato] que aqui posso expressar melhor meu amor pelo Brasil". Ontem à noite, ela era seguida por mais de 530 pessoas. Mas só seguia um perfil: o do marido.
Para os responsáveis pelo marketing tucano, a exposição da mulher do presidenciável reforça a credibilidade dos ataques ao PT, que nega participação no caso.
O testemunho também ajudaria a neutralizar a ofensiva do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que foi ao programa de Dilma na TV acusar Serra de fazer "baixaria" contra a candidata.
A avaliação no comitê tucano é que deixar o candidato falando sozinho sobre o escândalo poderia favorecer a versão presidencial.
Serra já havia reduzido as menções ao caso, mas foi obrigado a voltar à carga ontem, após a participação de Lula no horário petista.

ESFORÇO
Monica começou a atuar na campanha em agosto, num esforço para aproximar o tucano do eleitorado feminino. Numa participação, protestou contra o silêncio da "candidata mulher" no caso da iraniana condenada à morte por apedrejamento.
À Folha, ela confessou o incômodo com a nova tarefa, mas afirmou que espera superar a timidez para ajudar o marido. "Passo por cima disso", disse.

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Pronunciamento de Lula no 7 de Setembro é elogio à Democracia! Presidente também puxa a orelha do Zé tenebroso e autoritário, que quer o tapetão.



O Pronunciamento de Lula nesse 7 de Setembro foi um elogio à Democracia e à campanha da candidata Dilma Roussef. O PT também dedicou boa parte de seu programa a uma homenagem ao Brasil e as conquistas do Povo Brasileiro.

O Presidente Lula também aproveitou a oportunidade para mencionar a coduta anti-ética da "turma do contra", liderada por José Serra. Lula lamenta a falta de respeito de Serra pela democracia e pelo povo Brasileiro.

Após 1 mês de seca, chuvinha na terra do Zé Alagão causa Alagão. FSP (Força Serra Presidente) faz malabarismo numérico p/ livrar a cara do patrão!


SumPaulo ficou um mês na seca. A população, já com suas mucosas sangrando por causa da poluição, rezava por chuva. São Pedro resolveu mandar uma pequena chuvinha para aliviar as dores do povo, e... advinha o resultado: Alagão! Esse é parte do legado de 16 anos de PSDB.

Além disso tem a educação e a segurança pública degradadas e o transporte público caótico.

Tão bizarro quanto a administração tucana é o "jornalismo" de esgoto da Folha de São Paulo. Um tablóide que já tivera alguma respeitabilidade, mas que hoje - graças ao preconceito virulento que seus editores nutrem contra o partido que representa a maior parte da classe trabalhadora - se transformou numa panfleto de propaganda ideológica das mais sórdidas. Transfigurou-se numa organização criminosa, especializada em estelionato contra a fé pública, do mesmo nível da Veja e da Fox News.

Olha só a manchete que eles escolheram para anunciar que São Paulo alagou mais uma vez:

"Chuva desta terça em São Paulo é 22 vezes a de todo o mês de agosto" .

Entretanto, ao lermos essa estranha notícia, diante da chuvinha que cai em São Paulo hoje, damos conta do complexo malabarismo numérico que esses canalhas fizeram para arrumar essa manchete.

1. Em primeiro lugar a manchete é mentirosa. Não se trata da média para os meses de agosto nem da chuva que caiu no último mês de agosto inteiro. Mas sim de "uma média diária do último mês de agosto", que foi de apenas 0,6 mm. Ou seja, em "todo mês de agosto" choveu 18,6 mm, bem mais do que os 13,3mm de hoje.

2. Além disso, no último mês de agosto as chuvas como se sabem foram abaixo da média histórica que é de 31 mm. Ou seja, hoje choveu menos de 1/3 do que era esperado para agosto.

3. Por último e finalmente, não estamos mais em agosto, mas sim em setembro, mes no qual a média histórica é de 81mm., ou seja, 6 vezes mais do que hoje.

Resumindo, a Folha faz uma bizarra "manobra contábil" para botar a culpa no pobre São Pedro que ficou um mês sem enviar chuva para SumPaulo e livrar a cara do seu patrão Zé Alagão.

Pobres paulistas que precisam alternar entre a seca extrema e o caos dos alagões, sem meio termo. E olha que Setembro só está começando. Infelizmente, vem muita desgraça para São Paulo nos próximos meses. Mas única coisa que não alterna é o governo do PSDB no Estado. Pobres paulistas?

Clique aqui para ler a reporcagem da Falha: http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/795168-chuva-desta-terca-em-sao-paulo-e-22-vezes-a-de-todo-o-mes-de-agosto.shtml

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

A vacina contra a "bala de prata" do consórcio tucano-midiático

usuários do twitter combatem falsos boatos lançados pela Folha de São Paulo

Alguns companheiros blogueiros como o Luis Nassif e o Azenha levantaram a possibilidade - muito pertinente - de que o consórcio tucano-midiático teria uma "bala de prata" a ser usada contra Dilma para tentar levar as eleições presidenciais para o segundo turno.

Podem vir com uma rajada, pois a vacina foi lançada via twitter. Entre ontem e hoje milhares de usuários expõe a Folha de São Paulo a um vexame internacional, exatamente por sua falta de credibilidade e suas "balas de prata" furadas.

Acompanhe as pérolas dos nossos criativos usuários:


(é necessário ter uma conta no twitter)





sexta-feira, 3 de setembro de 2010

PIB Brasileiro Cresce 9% no Primeiro Semestre,


Conseguiu ler? Não? PIB brasileiro cresce 9% no primeiro semestre. Essa é a verdadeira operação abafa do PiG.

Serra é o Lazaroni!

A única semelhança entre Dilma e Dunga, é que ambos trabalharam duro pelo Brasil enquanto o PiG e o Serra trabalharam contra.

Serra esquece-se que sua experiência conta pontos negativos. Serra foi Ministro do Planejamento do pior governo da história desse país, o governo FHC. Serra foi o Lazaroni na copa de 90.

Veja como Dunga ridiculariza o demônio em forma de careca:

Comparação
É só ver os meus resultados e comparar. Quando eu fui campeão da Copa América e da Copa das Confederações, ele me elogiou. Agora crítica. Talvez ele esteja desesperado.

Defeitos
Eu acho que ele deveria assumir os seus defeitos para depois achar defeito nos outros.

Problemas
São Paulo não tem problema? Alaga mais que Veneza, ônibus são incendiados todos os dias. Só o fato de São Paulo ter decidido na última hora o estádio da Copa já diz tudo. Por que ele está preocupado comigo?

Lula
O Lula também não tinha experiência e tem 80% de popularidade. Ele está fazendo o que os outros não fizeram em cem anos.

Dilma
Dilma é uma mulher e pode ser a primeira mulher presidente do Brasil.

Democracia
Quando o Brasil precisou da Dilma ela não fugiu, lutou aqui pela democracia. Alguns correram.

Política
Para mim isso é natural (ser citado na propaganda). Se eles falassem o que deixaram de fazer seria melhor para o eleitor escolher.

O PiG e a Liberdade de Imprensa.

Esse PiG é bizarro. Quando a Folha (um jornal contra o Brasil) vaza dados sigilosos da PF e avisa com três dias de antecedência à quadrilha da Camargo Corrêa de uma operação de busca e apreensão que seria feita na empresa, então o PIG argumenta que a Folha exerceu sua liberdade de imprensa e que o culpado é o funcionário da PF para quem a Folha pagou para obter as informações.

Quando alguém vaza dados da Receita, o PIG apressa-se em acusar sem prova alguma, algum jornalista-blogueiro que não possui as mesmas convicções ideológicas que ele.

O Amor à Democracia do PIG

Corre o boato de que hoje que a Globo vai inventar uma acusação sem prova alguma contra algum blogueiro progressista por ter quebrado o sigilo da filha do Serra.

Eu, pessoalmente, nunca vi nenhum dado sigiloso dessa moça publicado em Blog algum. E o único candidato que até agora utilizou essa quebra de sigilo na campanha foi José Serra.

De qualquer forma, vale a pena lembrar que a Globo, no quesito do respeito a democracia tem uma história mais suja do que qualquer outro veículo do PIG. Apoio ao golpe de 64, financiamento ilegal do exterior durante a ditadura, fraudes descaradas durante as campanhas Diretas, eleição do Collor em 89. A Globo não tem credibilidade alguma.

Porém, um outro fato que me intriga mais ainda é aquele sobre a investigação do roubo das provas do ENEM. Um fato muito mais grave, em termos de consequências para o país, do que a suposta quebra de sigilo da filha do Serra.

No caso do roubo das provas do ENEM, porque é que o PIG não teve interesse algum em rastrear a vida daquele tal de Padilha, réu confesso e funcionário da Folha de São Paulo? Porque ninguém quis investigar as motivações políticas do crime, mesmo o governo tendo acusado-o de ter motivações políticas? Esse é PIG, um partido sempre contra o Brasil

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Serra na hora da virada.

Serra, o vampiro biruta, desesperado, rumo a virada.

Até agora apenas uma pessoa foi sem escrúpulos o suficiente para usar a filha de Serra na campanha eleitoral: o próprio pai.

Como Ciro Gomes já havia alertado: campanha com José Serra é baixaria na certa. O sujeito é capaz de passar com um trator por cima da própria família por suas ambições pessoais.

Em seu desespero, Serra fala tanta besteira diferente que eleitores de todos os espectros ideológicos já o consideram "biruta". Dessa vez o "tenebroso e autoritário" perdeu sua frieza habitual e faz papel de ridículo. Até o PIG mostra desconforto e, se não fosse tão preconceituoso com o PT, já teria abandonado o barco.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

As explicações dos colonistas da Folha - atualizado.

Talvez uma das poucas coisas que no momento atual são mais patéticas do que o desespero do "Serra-biruta" - que não sabe se é governo ou oposição, se vai duplicar ou acabar com o bolsa família, se vai gastar mais ou poupar mais, se é amigo ou inimigo do Lula - são as justificativas que os colonistas da Falha dão para sua derrocada.

Depois do Otavinho jogar a credibilidade do Data-Falha na lama, depois do fim da ilusão de que seria possível mudar a realidade com base na mentira, não restou outra coisa para sua "organização" a não ser a resignação. Agora todos seus colonistas, Fernando Rodrigues, Josias de Souza, Eliane "massa-cheirosa" Catanhede, Vinicius Torres Freire, etc. Põem-se a tentar explicar o que o Serra fez de errado. Sempre nos últimos 3 meses.

Dizem que Serra errou ao não ter valorizado o legado de FHC. Que Serra errou ao ter feito pouca oposição. Em resumo, que Serra errou porque não adotou determinada estratégia de marketing. Partem sempre do pressuposto que o povo é idiota, e que bastaria ao Serra escolher a estratégia de marketing correta que ganharia a eleição.

Não vêem o óbvio. Que a derrocada de Serra tem uma única justificativa, que eles insistem em não ver: O Governo Lula é um sucesso. É o melhor Governo das últimas décadas, e quiçá de toda a história desse país. E o povo não é bobo. O povo reconhece isso. Sabe que as condições de vida do brasileiro, materiais e "espirituais", melhoraram muito nos últimos oito anos. O brasileiro agora pode mais e sente mais orgulho de si mesmo.

Os colonistas do PiG acreditaram nas próprias mentiras que contaram nos últimos anos. Que todos os méritos eram do péssimo governo fracassado de FHC. E agora parecem um bando de loucos correndo em círculos. Acham que Serra cai porque não valorizou o legado do PSDB, quando na verdade é por causa desse legado, no qual aliás teve uma participação ativa, que ele cai. Sofrem de pseudolalia crônica.

Mais ou menos igual aos economistas do PSDB, que acreditaram durante anos, e continuam acreditando, que basta cortar os gastos do governo e dar "segurança jurídica" ao capital estrangeiro para o país crescer. Eles acreditaram e acreditam ainda nessa ideologia neoliberal que encontra-se ultrapassada em todo o mundo, inclusive nos EUA e na Inglaterra. Isso fica claro cada vez que algum alto quadro do tucanato abre a boca, apesar das promessas eleitoreiras do Serra. É isso que prova aquele vídeo que mostra como o Serra quebraria o Brasil durante a última crise econômica.

Mais ou menos que nem os modernos "cientistas-políticos de plantão", que estudaram 20 anos de democracia no Brasil e buscam tirar daí leis gerais que seriam supostamente válidas por todo o futuro da política do país. Como se a política fosse a-histórica. Assim, até 4 meses atrás esses pseudo-cientistas apareciam no PiG afirmando que "está mais do que provado que não existe transferência de votos no Brasil", que o "eleitor brasileiro só vota na pessoa e não em projeto político". Depois do fracasso de tentar mudar a realidade na marra, agora eles voltam ao PiG com discurso de que "essa eleição será paradigmática para toda a história do Brasil".

Hoje mais uma colonista tucana, "bárbara-ostrogoda gancia", afirmou mais uma vez o mesmo o que todos seus colegas já haviam afirmado, que Serra perde porque fez pouca oposição. Assim ela contribui para unificar a opinião do tablóide em torno de seu chefe, de botas ensopadas de tantas lambidas, o famigerado Tavinho Ditabranda. Ela conclui que José "jogo-sujo" Serra jogou pouco sujo, e portanto não fez o papel de oposição: "Nesta eleição, o único momento em que Serra marcou território foi quando deu uma de Jair Bolsonaro para alertar contra os perigos do narcotráfico boliviano. Isto lá é comportamento que se preze de um homem público que se preparou a vida inteira para ser presidente?"

A Ostrogoda apenas manifesta o pensamento de sua "organização-ditabranda" sem os escrúpulos de quem tem algum zêlo pela própria reputação. Hábito esse, aliás, que lhe garente o espaço semanal no folhetim.

O PiG passou 8 anos inventando mentiras sobre o Governo Lula. Nem o povo brasileiro, nem o que eles chamam de "comunidade internacional" acreditaram. Nem a oposição acreditou. A própria oposição - dos demos-tucanos aos radicais do PSTU - são agora obrigados a reconhecer os méritos do governo Lula para ter alguma credibilidade nessa eleição. Já o PiG continua a se alimentar com suas próprias mentiras que só eles acreditam. Assim, eles realmente acreditam que o Governo Lula foi uma droga e que se o Serra contasse mais umas mentirinhas o povo iria finalmente acreditar nisso também. Enquanto o povo inteiro, o mundo inteiro, e até mesmo suas próprias pesquisas fajutas gritam nas orelhas imundas do PiG, que com o PT no governo a vida do brasileiro melhorou, o PiG finge que não escuta, finge que não vê. Triste fim da Folha de São Paulo.