quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Relator da ONU acusa Israel de violar Convenção de Genebra


REUTERS

SÃO PAULO - As ações de Israel na Faixa de Gaza representam uma violação dos direitos humanos e são um 'claro exemplo' de uso desproporcional da força, na opinião de Richard Falk, relator especial da ONU para a Situação dos Direitos Humanos nos Territórios Palestinos.

Falk, que conversou com jornalistas em São Paulo, criticou a decisão israelense de proibir a saída de pessoas da Faixa de Gaza, o que cria uma situação 'sem precedentes na história das guerras urbanas modernas'.

- Em todas as guerras vários refugiados são produzidos por pessoas que tentam escapar das coisas horríveis que acontecem com elas e com suas famílias. Mas Israel impôs uma proibição total para sair de Gaza. Um civil palestino não pode tornar-se um refugiado - disse o relator na entrevista organizada pelo Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo.

O relator especial, que teve sua entrada em Israel negada pelas autoridades do Estado israelense após, segundo ele, ficar 15 horas detido numa cela no dia 14 de dezembro, também acusou o país de tentar esconder a realidade ao não permitir a entrada de jornalistas estrangeiros em Gaza.

Link com a reportagem completa

Um comentário:

Β.Bimbo disse...

It´s a Real!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!