sábado, 30 de maio de 2009

Professores de São Paulo em greve a partir de Quarta

Reunidos em assembleia na Praça da República, cerca de cinco mil professores aprovaram por unanimidade a discordância em relação aos Projetos de Lei Complementar 19 e 20 e o calendário de mobilização contra mais estas medidas autoritárias do governo José Serra. Como havia dois encaminhamento parecidos, a mesa diretora propôs um acordo e os professores aprovaram greve a partir da próxima quarta-feira, 3, com a realização de nova assembleia no estacionamento da Assembleia Legislativa, a partir das 14 horas; na mesma data, a partir das 14h30, haverá audiência pública no auditório Juscelino Kubitschek da Alesp justamente para discutir os projetos de lei.
fonte: Apeoesp

3 comentários:

Auriberto Cavalcante disse...

SOU PROFESSOR DA REDE PÚBLICA DO CEARÁ E POR AQUI ESTAMOS EM GREVE HÁ QUASE UM MÊS... O GOVERNO DO CID GOMES ( PSB ) NÃO CUMPRI O PISO SALARIAL NACIONAL E AINDA FAZ DEMAGOGIA COM UM "PISO PIRATA "... E É PORQUE ELE É DE UM PARTIDO DE "ESQUERDA "... OS PROFESSORES DE FORTALEZA DA PREFEITA LUIZIANNE LINS (PT ) ESTÃO HÁ MAIS DE 40 DIAS EM GREVE. NO BRASIL COM SERRA ( PSDB ), COM CID GOMES (PSB ) OU LUIZIANNE LINS ( PT ) ESTÁ EM MÃOS DE POLÍTICOS QUE NÃO TEM COMPROMISSO COM A EDUCAÇÃO...

Márcia disse...

Olá, sou professora tb, e estou contigo nesta luta companheiro.
Este mundo da internet é um canal ótimo para atrairmos os professores, alunos, enfim toda a sociedade.
Abç

Márcia disse...

Vi seu comentário no blog do profesor vendedor de bananas e concordo contigo, e estou apoiando a luta da nossa classe.
Abç